Site para resgate de dinheiro “esquecido” já está no ar

Mas a consulta só poderá ser feita a partir de data agendada na hora da consulta
0
137

Está aberto o site do Banco Central que permite aos brasileiros verificar se têm dinheiro esquecido em instituições financeiras. O BC estima que há mais de 8 bilhões em instituições financeiras que ainda não foram resgatados por clientes.

A consulta pode ser feito pelo SVR – Sistema de Valores a Receber, que agora é um site independente (antes ficava no site do Banco Central). Para entrar, acesse valoresareceber.bcb.gov.br.

Para entrar, é necessário a criação de um login e senha por meio do Portal Gov.br (antes, o acesso erra por meio do portal Registrato).

Qualquer pessoa pode consultar se tem algum dinheiro a receber, desde que se enquadre nas situações previstas pelo BC (contas encerradas com saldo disponível; tarifas cobradas indevidamente; parcelas de operação de crédito cobradas indevidamente; cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito; recursos de grupos de consórcio encerrados e outras situações que impliquem em valores a devolver pelas instituições.

Outros tipos de valores serão incluídos pelo Banco Central ainda neste ano.

Ao entrar no sistema, o consulente será informado se tem ou não valores a receber. Caso tenha, será informada uma data pelo SVR, que será um agendamento e o interessado poderá consultar os valores e informar os dados para a transferência nesse dia.

GOLPES TAMBÉM JÁ ESTÃO NO AR

Preste atenção: golpistas já criaram sites falsos para induzir os interessados a fornecer seu nome completo e CPF, informa a empresa de segurança Kaspersky. As informações são solicitadas em troca de uma falsa consulta ao Banco Central.

Os golpistas incluem ainda uma “corrente do mal”: o site falso pede que as vítimas compartilhem a mensagem de falsa ajuda para 10 contados e apenas após essa divulgação é que a pessoa teria acesso ao dinheiro.

E a imaginação dos criminosos não tem limites: o site simula um valor em dinheiro que estaria pronto para ser resgatado, através da digitação do nome completo e CPF. O valor a ser “liberado” prontamente (e falsamente), segundo a Kaspersky, gira em torno de R$ 1.004,00. E para coroar o golpe, a vítima, para sacar esse suposto valor, deve informar sua chave PIX – e partir daí estará sujeito a golpes atrás de golpes.

Leave a reply