Vacinação: Quarta dose em idosos e semana “e” para público infantil

0
83

Idosos acima de 60 anos e que vivem no estado de São Paulo deverão receber a quarta dose da vacina contra a covid-19 a partir do dia 4 de abril. A informação foi dada dia 16 de fevereiro pelo coordenador executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, João Gabbardo.

Segundo ele, a quarta dose já vem sendo aplicada na população imunossuprimida do estado, mas o comitê científico vê a necessidade também de que idosos tomem a quarta dose porque nesse grupo há redução da capacidade imunológica.

“É baseado nisso que o comitê científico entende que os idosos também estão incluídos nesse grupo de imunodeprimidos. Eles passam por um processo em que há redução de sua capacidade imunológica. Há uma redução no tempo em que essas pessoas que são vacinadas ainda apresentam imunidade”.

De acordo com Gabbardo, a imunização da quarta dose começará no dia 4 de abril, respeitando um cronograma baseado na faixa etária.

“Vamos começar pelas pessoas acima dos 90 anos e vamos reduzindo as faixas etárias até a inclusão dos mais de 60 anos. O cronograma será definido seguindo a disponibilidade de vacina”, disse ele.

O coordenador disse ainda que a quarta dose será aplicada com a vacina que estiver disponível no estado e a “que for orientada para a aplicação”.

Enquanto isso, disse ele, o governo de São Paulo continua buscando os mais de 2 milhões de faltosos que não compareceram para tomar a segunda ou terceira doses de vacina contra a covid-19.

“As pessoas que não tomaram a segunda dose, devem tomar a segunda dose. Quem não fez a terceira dose, deve tomar a terceira dose”, enfatizou. (Agência Brasil)

VACINAÇÃO INFANTIL TERÁ “SEMANA e”

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo também  anunciou ontem que o Governo de S. Paulo promoverá a “SEMANA E”, com o intuito de aplicar o imunizante contra a Covid-19 no público infantil em suas respectivas escolas. Para os municípios que adotarem a medida, não será necessário a presença de um responsável, mas sim de um documento que comprove a permissão dos pais para que a criança seja vacinada. 

Por conta da ação, o governo já distribuiu o termo de vacinação para as 645 cidades do estado,  para que o envio possa ser feito para os responsáveis. 

Ao decorrer desta semana, poderão ser instalados pontos de vacinação em escolas municipais, estaduais e até mesmo privadas. 

“É fundamental que os municípios façam a busca ativa das crianças a serem vacinadas, assim ampliaremos a cobertura e a proteção de toda a população. As escolas sempre foram grandes aliadas da vacinação e mais uma vez serão um diferencial para alcançarmos a nossa meta de vacinação. Esperamos que um número grande de municípios possa aderir à iniciativa para a proteção das nossas crianças”, informou a  Coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula. 

De acordo com os dados desta quarta, São Paulo possui 60% do público infantil imunizado com a primeira dose da vacina. Já a segunda dose, será aplicada neste final de semana para aqueles que tomaram o imunizante da Coronavac. 

O objetivo da ação é vacinar a faixa etária de 5 a 11 anos.

Leave a reply