COTIA: SABESP TRATA APENAS 21% DO ESGOTO COLETADO (53,03%)

0
117

A Justiça de São Paulo está cobrando do estado e de mais 10 cidades da região metropolitana respostas sobre poluição e planos de recuperação do Rio Tietê (veja abaixo). Cotia não está na lista; apesar disso e apesar dos esforços do governo municipal,  a cidade não tem bons índices.

De acordo com o Ranking Abes 2021, da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, Cotia  possui plano de saneamento, mas registra índice de 53,03% de coleta de esgoto e apenas 21,20% de tratamento de esgoto. O abastecimento de água, coleta e destinação de resíduos sólidos seguem com 100%. A pontuação total da cidade é de 374,23.

Rio Tietê
Segundo o Painel do Rio Tietê, levantamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, ano base 2021, a qualidade da água do rio no trecho da região que compreende Cotia, entre São Paulo e Santana de Parnaíba, oscila nos parâmetros ruim e péssimo, respectivamente. Cotia está com uma obra concluída e outra em execução em relação a despoluição do Rio.

Réus
Na região, quatro municípios são réus da ação promovida pelo saneamento: Barueri, Osasco, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus. O prazo para responderem aos questionamentos da Justiça é de 60 dias. Ainda cabe recurso.

Trata-se de uma ação popular, que também pede explicações à Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE) e ao Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), além de solicitar informações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) sobre a coleta e o tratamento de esgoto residencial e industrial.

Leave a reply