POLÍCIA CIVIL TEM CONCURSOS ABERTOS

Vagas são para escrivão e investigador
0
147

A Polícia Civil do Estado de São Paulo está com inscrições abertas para preenchimento de 2.500 vagas, sendo 1.500 para escrivães de política e 900 para investigadores.

O salário inicial é de R$ – 3.931,19 e os requisitos são ter ensino superior e carteira nacional de habilitação categoria B ou superior.

As vagas são separados por regiões e cargos, válidas para todo o estado de São Paulo.

Investigador:

  • São Paulo (Capital) – 210 vagas;
  • Demacro – 146 vagas;
  • DEINTER (São José dos Campos) – 68 vagas;
  • DEINTER 2 (Campinas) – 98 vagas;
  • DEINTER 3 (Ribeirão Preto) – 54 vagas;
  • DEINTER 4 (Bauru) – 40 vagas;
  • DEINTER 5 (São José do Rio Preto) – 20 vagas;
  • DEINTER 6 (Santos) – 85 vagas;
  • DEINTER 7 (Sorocaba) – 49 vagas;
  • DEINTER 8 (Presidente Prudente) – 26 vagas;
  • DEINTER 9 (Piracicaba) – 63 vagas;
  • DEINTER 10 (Araçatuba)- 33 vagas.

Escrivão:

  • São Paulo (Capital) – 373 vagas;
  • Demacro – 258 vagas;
  • DEINTER (São José dos Campos) – 120 vagas;
  • DEINTER 2 (Campinas) – 169 vagas;
  • DEINTER 3 (Ribeirão Preto) – 96 vagas;
  • DEINTER 4 (Bauru) – 72 vagas;
  • DEINTER 5 (São José do Rio Preto) – 57 vagas;
  • DEINTER 6 (Santos) – 146 vagas;
  • DEINTER 7 (Sorocaba) – 87 vagas;
  • DEINTER 8 (Presidente Prudente) – 52 vagas;
  • DEINTER 9 (Piracicaba) – 113 vagas;
  • DEINTER 10 (Araçatuba)- 57 vagas.

 

Inscrições

As inscrições foram abertas no último dia 3 de março e se encerram em 1º de abril. Para se inscrever, os candidatos devem acessar o site da banca organizadora, a Fundação Vunesp (Fundação Vunesp | Excelência em Concursos, Vestibulares e Avaliações). A taxa custa R$ 105,50 para os dois cargos. Na inscrição, o interessado deve marcar o local que deseja disputar a vaga.

No dia 22 de maio, vai ser aplicada a prova escrita e objetiva com 80 questões para os dois cargos. Ao todo, o candidato precisa passar por cinco etapas no concurso: a prova preambular, prova escrita, comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, prova oral e prova de títulos. Por fim, os aprovados passam por curso técnico-profissional na Academia de Polícia (Acadepol).

Leave a reply