LYGIA FAGUNDES TELLES MORREU SÁBADO, AOS 98 ANOS

0
73

Morreu no sábado, 2 de abril, em sua casa, de causas naturais,  a escritora e acadêmica Lygya Fagundes Telles, integrante da Academia Brasileira de Letras desde a década de 80 e premiada com os prêmios Camões e Jabuti.

A escritora foi velada na Academia Paulista de Letras, em S. Paulo e a cerimônia de despedida terminou às 20h30. O corpo será cremado hoje, no cemitério da Vila Alpina, com a presença apenas de familiares.

A escritora recebeu os prêmios Camões (2005), o Jabuti (1966, 1974 e 2001) e o Guimarães Rosa (1972). A escritora tem obras traduzidas para o alemão, espanhol, francês, inglês, italiano, polonês, sueco, tcheco, português de Portugal, além de adaptações de suas obras para o cinema, teatro e TV.

Prolífica, escreveu dezenas de livros de contos e romances. Entre eles, Ciranda de Pedra, Verão no Aquário, As Meninas, As Horas Nuas, Porão e Sobrado, Histórias do Desencontro, Antes do Baile Verde, O Seminário dos Ratos, Mistérios e Um Coração Ardente.

A escritora Lygia Fagundes Telles — Foto: Divulgação/UBE

 

Leave a reply