ESCOLA DO JARDIM SANTA ÂNGELA DESENVOLVE PROJETO AMBIENTAL PARA PRESERVAÇÃO DE JOANINHAS

0
108

A Escola Municipal Francisco Camilo, no Jardim Ângela, implantou um projeto de educação ambiental entre seus alunos que, entre outros objetivos, envolve a criação de joaninhas, que são insetos de extrema importância no combate às pragas em plantações, funcionando como agrotóxico natural.

O projeto prevê a disseminação da informação sobre esse inseto, despertar consciência ambiental sobre os perigos para a saúde humana e para o meio ambiente do uso irresponsável de substâncias químicas Os alunos não só aprendem sobre o inseto como mantêm um ‘berçário’ do bichinho e, no momento certo, soltam no ‘Jardim das Joaninhas’, nas dependências da própria escola.

O trabalho envolve muita pesquisa e todos os alunos, do 1º ao 5º ano, estão participando do projeto. Eles fizeram maquete, apresentaram seminário, tudo para cuidar melhor das joaninhas de verdade que vão proteger o jardim da escola. Tem até busca ativa do bichinho na área verde da escola. “Eles fazem visitas às dependências da escola para identificar o tipo de insetos e outros bichinhos que temos no entorno e aprendem sobre a importância da preservação. Este projeto tem o engajamento de todos os colaboradores e alunos, pois acreditamos na educação como ferramenta para a conservação dos recursos naturais”, disse a diretora Rosely Queiroz Ferreira.

Professora do 2º ano, Ana Cristina Batista da Silva falou sobre o trabalho com os alunos. Sua turma aborda o tema “Respeito à vida: da Joaninha ao João”. “A importância [do projeto] já se dá pelo tema, que é o respeito, crescer respeitando a vida, ter consciência em relação ao meio ambiente de uma forma geral e a oportunidade de levar tudo isso para a vida”, disse. “Nossa escola tem uma visão de restaurar e preservar o meio ambiente, queremos que os alunos multipliquem isso em suas casas, em suas comunidades, sem contar que ainda estão em processo de alfabetização, e temos visto um ganho enorme quando este processo se dá com elementos que dão e que têm sentido para eles”, completou.

Cada turma trabalha um tema: Um bichinho de jardim na minha escola; Joaninha no Jardim da Violeta; conhecendo as joaninhas e o meio ambiente; Projeto Ubuntu – o papel ecológico dos animaizinhos de jardim no meio ambiente; O papel ecológico do inseto no meio ambiente; Projeto Ubuntu – compostagem; Horta suspensa e Meliponicultura; Projeto Ubuntu / meliponicultura abelhas sem ferrão; Joaninhas inclusivas – musicalizando com o meio ambiente.

O trabalho com as joaninhas faz parte de um projeto maior da escola, denominado ‘Ubuntu – Humanização e Educação Ambiental nas Escolas, Caminhando Juntos’, e também tem a participação da coordenadora pedagógica, Andréa Camargo Pinto, professoras Adriana de S. P. Ferreira, Marilda A. de O. de Azevedo.

Foto Vagner Santos

Leave a reply