GILBERTO GIL É O NOVO IMORTAL DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

0
99

Pela primeira vez, um compositor e representante do MPB toma assento como imortal na Academia Brasileira de Letras. Gilberto Gil, 79 anos, tomou posse no dia 8 de abril, passando a ocupar a cadeira no. 20. 

Gil, em seu discurso de abertura, agradeceu seus pais, enfatizando que deve a eles o seu amor às letras e à música:

 “Sou filho de uma professora primária, Claudina, e de um médico, José Gil Moreira. A eles devo o meu amor às letras e à música. Foi de minha mãe que ganhei o meu primeiro violão, em 1961. Ela também leu, com paciência de mestra experiente, meus versos inspirados em leituras de Castro Alves, Gonçalves Dias e Olavo Bilac, que comecei a escrever aos 17 anos esses primeiros versos. Tive a sorte de ter pais carinhosos, que me educaram para não ter medo de enfrentar os desafios que a vida fatalmente nos impõe. A imagem de meus pais está comigo nesta noite, e sua memória é para mim uma bênção.”

Gil afirmou que a cultura está desvalorizada no Brasil atualmente e não deixou de apostar na esperança por dias melhores para a cultura:

 “Apesar dos tempos politicamente sombrios que vivemos, aposto na esperança. Contra a treva física e moral, que haja ao menos a chama de uma vela, até chegarmos a toda luz do luar. Permitam-me recordar: ‘Se a noite inventa a escuridão, a luz inventa o luar, o olho da vida inventa a visão, doce clarão sobre o mar’. Essa é nossa aposta, na vida e na alegria.”

Entre os presentes, a atriz Fernanda Montenegro, recentemente empossada lhe entregou o colar tradicional dos membros da academia e o escritor Arnaldo Niskier entregou a espada cerimonial. O diploma lkhe foi entregue pelo cineasta Cacá Diegues.

Gil tem 60 discos gravados, todos enaltecendo a MPB.

Gilberto Gil Twitter – Divulgação

Crédito: divulgação

Leave a reply