GOLPE DOS PRECATÓRIOS: CRIMINOSOS SE APRIMORAM E LESAM CREDORES

0
81

O cidadão vai à Justiça contra a União, Estado ou Município para pleitear indenização qualquer – pode ser de direitos trabalhistas, de desapropriações, de créditos que tem a receber por fornecimento – e, depois de uma batalha jurídica em que o devedor tem todos os prazos processuais em dobro, consegue uma sentença favorável.

O ente devedor, no entanto, não paga de imediato. É preciso executar – outra batalha – e finalmente sai o famoso precatório, que é uma ordem da justiça para que o devedor pague ao credor o que lhe deve. Só que o precatório segue uma ordem cronológica estrita, no Estado de São Paulo controlada por setor especializado do Tribunal de Justiça.

A espera pode demorar anos – e é disso que estelionatários se aproveitam para aplicar golpes normalmente rendosos.
Os criminosos usam nomes de advogados e afirmam que podem liberar o pagamento rapidamente, desde que lhe seja paga uma taxa antecipada.

Segundo reportagem do Fantástico, o contato vem pelo correio ou por mensagens de texto, áudio e vídeo enviado para o celular. O criminoso afirma que consegue liberar o dinheiro do precatório, mediante pagamento de taxa antecipada. Usam, descaradamente, nomes de advogados que realmente existem ou de escritórios de advocacia.

Os credores, cansados de esperar e na esperança de receber rapidamente o valor que lhes é devido, geralmente alto, não hesitam e adiantam o pagamento. Segundo escritórios que tiveram seus nomes utilizados nos golpes, os golpistas utilizam o logotipo do Poder Judiciário, número do processo e outros dados que fazem com que o credor acredite que a mensagem é verdadeira.

Liberam o “adiantamento” e para sua frustração, nunca mais ouvem falar do falso advogado.

A recomendação dos especialistas é para que o credor nunca acredite que o telefone ou mensagem é verdadeira – e faça uma checagem com o seu advogado ou com o escritório que consta da mensagem – evidentemente não utilizando o telefone constante da mensagem.

São precauções infelizmente pouco divulgadas e que poderiam evitar muita dor de cabeça aos que perdem dinheiro para criminosos de forma rápida mas dolorida.

Leave a reply