EMTU COMEÇA A MUDAR LINHAS PARA O TERMINA VILA SONIA

0
93

As mudanças de linhas da EMTU se iniciarão no dia 14 de maio e alteram todas as rotas que hoje interligam a Grande S. Paulo. Integração pode ficar mais cara

As linhas da EMTU que circulam na Zona Oeste de São Paulo vão começar a mudar para o novo Terminal Vila Sônia a partir do dia 14 de Maio. O governo do estado já definiu o cronograma que regerá as alterações. A mudança se deve ao início da operação da Estação Vila Sônia em tempo integral.

A princípio, no dia 14, as primeiras linhas que passarão a ter seu ponto final na nova estação são as que hoje terminam na estação São Paulo – Morumbi. São elas: 033, 124, 128, 241, 356, 511, 823, 835 e 841. Estas linhas ligam São Paulo a Barueri, Embu das Artes, Osasco e Taboão da Serra.

Já no dia 21 de Maio, de acordo com o cronograma, passarão para o Terminal Vila Sônia parte das linhas que hoje terminam na Estação Butantã. São elas: 089, 191, 272, 404, e 492. Dessa forma, permanecem sem mudanças as linhas 035, 059, 059PR1, 060, 061, 191 e 840.

Por fim, no dia 28/05, mudam para o Vila Sônia as linhas que atualmente vão até Pinheiros. São elas: 032, 032DV (Noturna), 068, 078, 079, 090, 125, 125BI1, 300 e 510. Cabe lembrar que boa parte destas mudanças ocorre em função do contrato que privatizou a linha 4 – amarela, para evitar concorrência.

Outras mudanças

A abertura do Terminal Vila Sônia vai trazer outras mudanças em linhas da região. A linha 422, por exemplo, passará a ir apenas até o Terminal do Metrô Morumbi. Hoje ela vai até a Estação Butantã. Além disso, as linhas 329, 396 e 488 passarão a fazer final na estação Butantã. Hoje, elas vão até Pinheiros.

Para quem mora em Embu das Artes (Jardim São Marcos, Parque Pirajussara, Jardim Casa Branca e Jardim Santa Tereza e imediações) e Taboão da Serra (Jardim São Judas, Pirajussara, Jardim Roberta, Parque Pinheiros e Jardim Maria Rosa), o acesso aos bairros Butantã e Pinheiros, por exemplo, poderá ser feito diretamente por meio das linhas 190, 412 459.

Por outro lado, que mora nos demais bairros e quem utilizava as linhas 329, 396 e 488 terá que desembolsar mais R$2,90 para chegar a Pinheiros, por exemplo, na integração com o metrô; o que deixará as viagens mais caras. Uma solução que evitaria este aumento no custo ao usuário seria integrar as linhas que serão cortadas com outras linhas da região. No entanto, o Governo do Estado não se manifestou neste sentido até hoje.

Foto: Divulgação

Leave a reply