COVID: COMITÊ RECOMENDA VOLTA DAS MÁSCARAS, MAS GOVERNO DO ESTADO NÃO VAI DECRETAR O RETORNO

0
44

Comitê recomendou a volta de máscaras diante da tendência de crescimento de casos nas últimas semanas; Secretário Estadual da Saúde não vê necessidade

Num encontro entre especialistas que integram a Secretaria de Ciência, Pesquisa e Desenvolvimento da Saúde, recém-criada, e o governador Rodrigo Garcia (PSDB), o governador foi informado que o Comitê de Contingência da Covid-19 do governo paulista recomendou a volta do uso de máscaras em locais fechados em todo estado diante da tendência de crescimento de casos nas últimas semanas.

As máscaras deixaram de se tornar obrigatórias desde que o ex-governador João Doria assim o decretou, em março deste ano, diante da queda do número de casos.

SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE: NÃO VAI DECRETAR

Apesar da recomendação do Comitê, o secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que a gestão não irá decretar a volta do uso obrigatório das máscaras, permanecendo, portanto, o seu uso facultativo.

O secretário afirmou à CBN que “A medida não será retomada frente aos índices que, a despeito de terem elevado, ainda estão muito distantes daquilo que nós tivemos no pico causado pela variante Ômicron do coronavírus, no início de 2022. Na ocasião, nós tínhamos quase 11,3 mil pessoas internadas, sendo 4,1 mil em UTIs”.

O secretário justificou a desnecessidade da volta de máscaras diante dos números da doença em São Paulo:  houve aumento de 84% no número de casos de Covid-19 em São Paulo, nas últimas semanas. Além disso, a taxa de internações pela doença subiu 40%. “Nesse momento, nós temos 2,5 mil pessoas internadas, sendo que 767 delas estão em UTIs”, informa.

Os atuais números não justificam a medida, segundo ele. A máscara, portanto, apesar das recomendações do Comitê, continuam facultativas, exceto nos estabelecimentos de saúde e transportes coletivos.

Crédito: Senado Federal

Leave a reply