HOJE É DIA NACIONAL DE ANCHIETA

0
50

José de Anchieta, padre jesuíta, foi catequizador dos povos indígenas, seu defensor contra abusos dos colonos, fundou São Paulo e foi canonizado santo e co-padroeiro do Brasil 

O Dia Nacional de Anchieta é uma homenagem à figura de de José de Anchieta (1534 – 1597), padre jesuíta, natural das ilhas Canárias. José de Anchieta chegou ao Brasil em 1553 com a missão de catequizar os povos indígenas, de acordo com os princípios do catolicismo.

Em São Vicente, então capitania, atuou fortemente em favor dos indígenas, protegendo-os dos abusos perpetrados pelos colonos – e era intermediador nos conflitos surgidos entre colonos e indígenas.

Com Manuel da Nóbrega, foi um dos fundadores da cidade São Paulo e declarado beato pelo Papa João Paulo II, em 1980. De acordo com a Igreja Católica, padre Anchieta também é considerado o Apóstolo do Brasil.

Como herança, Anchieta nos deixou inúmeras obras, dentre as quais se destacam a “Gramática da Língua Brasília” e o primeiro “Vocabulário Tupi-Guarani”, livros especializados no idioma dos indígenas que habitavam o Brasil durante o período da colonização portuguesa. Além disso, escreveu poemas, crônicas sobre a vida colonial e peças de teatro.

Em 2014 foi canonizado santo pelo Papa Francisco e no ano seguinte, declarado co-padroeiro do Brasil, junto à Nossa Senhora Aparecida e São Pedro de Alcântara.

Origem do Dia Nacional de Anchieta

O Dia Nacional de Anchieta é celebrado em 9 de junho em homenagem à data de morte do padre. Oficialmente, a data foi instituída no país através da lei nº 5.196, de 24 de dezembro de 1966.

José de Anchieta morreu na cidade de Reritiba (atual Anchieta), na então capitania do Espírito Santo, em 1597.

Frases de São José de Anchieta

  • “Depois de tudo criado por conto, peso e medida, disse Deus: “Seja formado o homem, como treslado de nossa imagem subida”.”
  • “Todas as vezes que injurias e queres mal a teu próximo, injurias e queres mal a Deus, que é seu irmão.”
  • “É certo que a soberba, com seus afãs, só compra o inferno e com pouco trabalho o humilde compra o céu.”

Leave a reply