MURAL DE EDUARDO KOBRA HOMENAGEIA O DIA MUNDIAL DO DOADOR DE SANGUE

0
48

Mural no Hospital das Clínicas, em São Paulo, tem assinatura do célebre artista, que busca conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de sangue.

O belo mural Metamorfoses foi concluído em fevereiro, mas o artista Eduardo Kobra deixou para assiná-lo no dia 14 de junho, para chamar a atenção para o Dia Mundial do Doador de Sangue. 

Ao contrário do que faço sempre, não assinei o mural ao entregá-lo. Senti que deveria finalizar a obra nesta data tão importante, como uma forma de conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de sangue”, explica o artista urbano, que acrescenta:

 “Queria incentivar as pessoas a doarem agora e também que se doem cada vez mais em prol de quem precisa”.

O painel ocupa uma imensa parede vertical dentro do Prédio dos Ambulatórios – onde está situada a Hematologia e a Fundação Pró-Sangue – do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Começa no primeiro andar, onde fica o Espaço de Convivência, e se estende ao 8º e último andar. 

Vale destacar que a Fundação Pró-Sangue é o maior banco de sangue da América Latina, com 10 mil doadores por mês.

“Fiz Metamorfoses pensando nas pessoas que estão doentes e precisam de esperança, fé e transformação para superar esse momento difícil. É um gesto em meu nome, mas também dos paulistanos e brasileiros em geral e para o Hospital das Clínicas de São Paulo, que faz um trabalho de excelência”, conta e acrescenta:

O painel de 34 metros de altura por 7,5 de largura fica num local pelo qual passam 10 a 15 mil pessoas, diariamente, e apresenta borboletas que saem da água, na base, e vão até o alto do prédio. Nas asas de algumas borboletas, Kobra conta que pintou pedras preciosas para lembrar que “cada vida é preciosa e que devemos sempre lutar para preservá-la”.

Espaço humanizado e acolhedor

Quem apresentou o espaço – que era um vão cinza – ao muralista foi o professor doutor Vanderson Rocha, presidente da Pró-Sangue e diretor do serviço de Hematologia, para quem é preciso estimular as doações, sempre:

“Durante a pandemia tivemos uma redução de cerca de 20% de doadores. Acreditamos que o novo mural do Kobra pode ajudar a conscientizar as pessoas e a atrair novos doadores”.

E Rocha conta como surgiu a ideia de tornar o espaço mais acolhedor. “Um dia, quando eu e o arquiteto Luis Robles andávamos pelo HC, sentimos o Prédio dos Ambulatórios muito impessoal e frio e tivemos a ideia de criar um espaço que trouxesse humanização e acolhimento”. E completa:

 

“Agora, com a arte magnífica que Eduardo Kobra produziu e doou, esse espaço será ainda mais importante para os pacientes e seus familiares, assim como para nossos funcionários. Esperamos também que sirva de inspiração para que mais e mais pessoas contribuam com projetos para humanizar o cotidiano do hospital“.

“Provavelmente, quem estiver no Espaço de Convivência para doar sangue, por exemplo, e postar uma foto ou vídeo do mural Metamorfoses nas redes sociais, inspirará mais pessoas a também a doarem sangue e ajudar quem precisa”, finaliza o diretor da Fundação Pró-Sangue.

(com conteúdo de conexãoplaneta.com -14 /6/2022 – Monica Nunes) 

Leave a reply