BENEFICIÁRIOS DO AUXÍLIO BRASIL SÃO ASSEDIADOS PARA CONSIGNADO

0
41

No entanto, oferta de empréstimo consignado a beneficiários do Auxílio Brasil pode ser golpe, já que a medida nem foi ainda regulamentada. 

Autorizado pela Medida Provisória 1.106/2022, os cidadãos que recebem o BPC/Loas (pago pelo INSS a idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência carentes) e o Auxílio Brasil,  podem fazer empréstimos consignados; de acordo com o governo, a medida provisória alcançaria mais de 50 milhões de pessoas.

O crédito consignado é concedido com desconto automático das parcelas em folha de pagamento ou benefício. Por ter como garantia o desconto direto, esse tipo de operação de crédito pessoal é uma das que oferecem os menores juros do mercado (de 2,14% ao mês para aposentados e pensionistas do INSS).

O novo Auxílio-Brasil deverá ser pago a partir de agosto próximo, valendo até 31 de dezembro. O Governo Federal informa que o benefício continuará sendo pago a partir de 2023. O BPC-LOAS é pago enquanto durar a situação de vulnerabilidade do beneficiado.

Mas a Medida Provisória autorizando o empréstimo ainda não foi regulamentada. Mesmo assim, os beneficiários do incluídos na MP já estão sendo assediados por ofertas de empréstimo consignado.

Não tendo ainda sido regulamentado, a oferta pode configurar golpe.

E o IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor) j´-a emitiu alerta:

Essas pessoas já vivem em condição de vulnerabilidade extrema e vão ser assediadas para a contratação desses serviços — chegou a alertar Ione Amorim, coordenadora do programa de Serviços Financeiros do Idec.

Se você conhece alguém que seja beneficiário do Auxílio-Brasil ou do Benefício da Prestação Continuada (BPCV), alerte, não se esquecendo que o empréstimo será cobrado, com juros e, segundo especialistas, tende a tornar-se uma bola de neve, tirando o pouco poder aquisitivo dos beneficiários.

Fonte: Internet

Leave a reply