URSO PANDA MAIS VELHO DO MUNDO MORRE EM HONG KONG

0
44

Com 35 anos de idade, o mais velho urso panda em cativeiro do mundo sofreu eutanásia, pela deterioração da saúde.

O urso panda An Na era o mais velho urso panda em cativeiro no mundo. Com 35 anos de idade, nas últimas semanas a sua saúde deteriorou-se a tal ponto, que deixou de comer – e então a equipe do Ocean Park Hong Kong decidiu que melhor seria deixa-lo partir, com ajuda da eutanásia.

An Na nasceu em 1986, na vida selvagem  e foi retirado de seu habitat natural com 13 anos e levado para o Ocean Park – lá, teve uma companheira, a panda Jia Jia, que morreu em 2016, com 38 anos (foi a fêmea panda mais velha em cativeiro no mundo).

A espécie deixou de ser ameaçado de extinção na China em julho de 2021, mudando a categoria para “vulnerável” – ainda necessita de proteção, mas o número de animais já apresenta aumento expressivo. A melhoria em seu status se deu pelos esforços das autoridades chinesas, que protegem áreas que são habitat da espécie.

Os pandas vivem principalmente em florestas temperadas, no alto das montanhas do sudoeste do território chinês, onde se alimentam quase que inteiramente de bambu. Eles podem comer até quase 40 kg dessa planta todos os dias. Usam os ossos do pulso, que funcionam como polegares opositores. Apesar de seu tamanho – uma fêmea pode pesar até 150 kg – , eles são excelentes escaladores de árvores.

No final do ano passado, o governo da China também anunciou a criação de cinco parques nacionais com o objetivo de preservar ecossistemas e espécies em risco de extinção. 

A área total engloba cerca de 230 mil km2, desde o norte do Tibet até a região sul, perto da ilha de Hainan. As reservas são habitat de espécies como o próprio panda, os tigres e os leopardos siberianos.

(Com conteúdo da Conexão Planeta)

Foto: divulgação Ocean Park Hong Kong

Leave a reply